EM QUE ESQUINA DA HISTÓRIA RECENTE A GENTE NÃO PERCEBEU O QUE ESTAVA ACONTECENDO?

Pra mim, até agora o Brasil era um país democrático passando por uma espécie de crise ética no que se refere aos direitos de seus cidadãos, sem saber muito bem diferenciar entre o certo e o errado.

ato_democracia Isso, no entanto, foi antes de assistir ao “Ato em defesa da Democracia contra a criminalização da liberdade de manifestação” hoje, 22 de julho de 2014, na sede da OAB-RJ. Duas horas depois do início do evento, ficou claro que não há crise ética nenhuma. Há, isso, sim, um preocupante recrudescimento do ESTADO DE EXCEÇÃO, típico dos tempos da ditadura. E que se não é declarado é porque o AI-5 achou outras formas de se manifestar.

As revelações que se sucediam foram me trazendo, primeiro, um sentimento de frustração – por ver confirmado algo que, no fundo, eu já suspeitava – e tristeza – por saber que tempos difíceis virão pela frente. Mas o que mais me deixou preocupada foi saber que, a partir de agora, ir para Bangu 8 é uma possibilidade real para qualquer um que se manifestar contra o status quo. Até ano passado, eu discordaria veementemente se alguém me dissesse que a democracia plena no Brasil é uma falácia. Hoje sou eu quem afirmo isso.

Sugiro dar uma lida nas frases e assistir aos vídeos de alguns dos palestrantes, abaixo. Se ao terminar de ler/assistir o material você achar que a coisa toda é um exagero, lhe desejo boa sorte no mundo onde você vive. Mas se percebeu o quão mais embaixo é o nosso buraco, seja bem vindo ao time. E se prepare porque vamos ter de lutar tudo de novo.

 

Wadih Damous (ex-presidente da OAB-RJ): 

dr-wadih-damous-presidente-oabrj “Nós estamos aqui em defesa da ordem jurídica do Estado de Direito, que está ameaçado. Estou me referindo a ameaças por parte de setores do Ministério Público e do setor judiciário”

“Uma denúncia tem que ser circunstanciada, detalhada, para não deixar dúvida. Como eu posso me defender se não sei exatamente do que estou sendo acusado?”

“Está havendo um clima de torcida para alguns julgamentos. A torcida não pode ser para condenar ou absolver. A torcida tem de ser para que o julgamento seja justo”

“É uma baboseira essa coisa de que decisão judicial não se discute. Se discute sim. Se cumpre, mas se discute” “Nós queremos chamar a atenção para que os juízes não estão acima da lei”

 

nadine

Nadine Borges (presidente da Comissão da Verdade – RJ):

“Eu tô cada vez mais com medo: medo da polícia e medo do Ministério Público”

“Nós estamos fazendo um manifesto que eu gostaria que vocês assinassem, pois ele será enviado e apresentado a autoridades dentro e fora do Brasil”

 

marcello_oliveira_iMarcello Oliveira (presidente da Caarj – Caixa de Assistência dos Advogados do RJ)

“Cadê as imagens da depredação da Alerj? Cadê as imagens das depredações feitas pela Central de Operações da Prefeitura, projeto, aliás, no qual se investiu tanto dinheiro?” “Como é que a imprensa tem acesso às informações e os advogados não?”

 

thiago joseThiago José (Diretor de Comunicação da UNE)

“Dois membros da UNE foram detidos há alguns meses por defender a federalização da Universidade Gama Filho”

 

 

Deputado Chico Alencar (PSOL)

chico alencar“Nós estamos aqui contra essa verdadeira ‘marcha à ré’ pública”

“Perguntar não ofende” (em relação à nota de repúdio do Tribunal de Justiça e Associação dos Magistrados do Estado do Rio à consulta do PSOL feita ao CNJ – Conselho Nacional de Justiça – sobre a atitude do juiz que decretou a prisão dos ativistas).

 

 

marianoMariano Icarahy (advogado dos ativistas presos e pai de um deles)

“Eles estão prendendo para investigar ou invés de investigar para prender”

“O DCRI (Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática) nada mais é do que o antigo DOPS.”

“As pessoas que depõem como testemunha na verdade estão na fila para serem indiciadas”.

Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=QTqQ8IBuHNE

 

Rodrigo Mondengo (Advogado da Comissão de Direitos Humanos da OAB)

rodrigo mondengo“Cadê o princípio da presunção de inocência?”

“Algumas vezes o advogado não concorda com a pauta dos manifestantes, mas temos de defender o direito das pessoas se manifestarem”

Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=SRPYPz7cNB4

 

Deputado Jean Willys (PSOL) jean

“Eu não conheço aquelas pessoas que estão presas, mas defendo o tempo das garantias jurídicas, e eu também defenderia se fossem 20 jornalistas da Globo que estivessem sendo acusados sem provas efetivas”. (a menção à Globo foi feita pelo deputado por conta da emissora ter sido citada durante o evento como uma das principais linchadoras midiáticas no caso dos ativistas presos)

Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=oLVHbFfBxX0

————————————————————————————————————————-

Como sugestão de ação, Nadine Borges, da Comissão da Verdade – RJ, disse que o manifesto elaborado por representantes da OAB e outras instituições jurídicas e movimentos sociais será entregue lá fora às autoridades competentes da ONU, OEA, Corte Interamericana de Direitos Humanos, etc. Aqui será criada uma comissão de juristas para acompanhar o caso dos ativistas e outros semelhantes.

Também será pedida uma audiência com o Ministro da Justiça, o Supremo Tribunal de Justiça e o Presidente do Congresso Nacional.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s