Israel x Palestina, Maconha, Sexualidades, Black is beautiful

 

APROXIMANDO INIMIGOS:

 

– Taí uma experiência bacana! Muitas vezes o ódio se perpetua sem que tenha se vivenciado a causa dele, apenas pelo que ouvimos falar de nossos pais, da mídia, da escola, do governo, da sociedade, etc.

aisrael e palestina

Foto: Daniela Kresch

Essa iniciativa de uma Ong de Direitos Humanos aproxima israelenses e palestinos e faz com que o primeiro grupo conheça melhor o segundo, tendo, desta forma, condições de ter outro tipo de informação para formar sua própria opinião sobre o histórico conflito Israel x Palestina.

Ponto pra essa Ong!

 Matéria:

“Sede de governo palestino se abre a turistas de Israel. Levados por ONGs e guias turísticos locais, israelenses conhecem vida no território ocupado.”

http://oglobo.globo.com/mundo/sede-de-governo-palestino-se-abre-turistas-de-israel-12451873

– A rejeição ao ódio estabelecido nesse conflito pode ser observado no recente movimento Recusa 2014, em que jovens israelenses entre 16 e 19 anos se recusam a prestar serviço militar (obrigatório) e se opõem à ocupação dos territórios palestinos:

Matéria:

“Jovens de Israel recusam ir para o Exército: ‘Melhor ir pra prisão'”

http://noticias.terra.com.br/mundo/oriente-medio/jovens-de-israel-recusam-exercito-melhor-ir-para-a-prisao,0ef0e57639ca4410VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html

– Por outro lado, o governo resolveu que os judeus ultra-ortodoxos, que eram isentos de entrar para o Exército, agora terão de se alistar.

ajudeus ortodoxosMatéria:

“Em Israel judeus ortodoxos terão de participar de serviço militar obrigatório”

http://opiniaoenoticia.com.br/brasil/politica/em-israel-judeus-ortodoxos-terao-de-participar-de-servico-militar-obrigatorio/

 

 

 UM GRANDE BARATO

 

– Artigo de Helena Celestina, no jornal O Globo, destaca as diferenças entre a comercialização da maconha no Uruguai e no Colorado, nos EUA.

Artigo:

“Barato sob proteção policial”

http://oglobo.globo.com/mundo/barato-sob-protecao-policial-12452035

amaconha

Marcha da Maconha no Rio / mai 2014

 

 

SEXUALIDADE: NOVAS IDENTIDADES

 

Os Assexuados:

“Liberdade para amar sem precisar fazer sexo. Assexuais vencem preconceito e desconhecimento e começam a se assumir, mas medo de rejeição ainda os aflige”

– Parte do glossário relativo a esta categoria de pessoas:

“Demissexual: Aquele que pode sentir atração sexual depois de um vínculo emocional.

Atração: Refere-se a uma força mental ou emocional que atrai as pessoas. Assexuais não sentem atração sexual, mas alguns sentem outros tipos de atração, como a estética (pela aparência), a romântica (desejo de estar envolvido emocionalmente com alguém) ou sensual (pelo contato físico mas não sexual, como nas trocas de carinhos).”

Matéria:

“Liberdade para amar sem precisar fazer sexo”

http://oglobo.globo.com/sociedade/liberdade-para-amar-sem-precisar-fazer-sexo-12445733

 

agoysOs goys:

-Novos comportamentos heterossexuais masculinos

Conheça os ‘g0ys’, homens que se relacionam entre si, mas dizem não ser gays

Matéria:

“Conheça os goys: homens que se relacionam entre si, mas dizem não ser gays”

http://extra.globo.com/noticias/mundo/conheca-os-g0ys-homens-que-se-relacionam-entre-si-mas-dizem-nao-ser-gays-12218506.html

 

 

 BLACK IS BEAUTIFUL:

 

– Os cabelos encaracolados ou crespos já não são mais motivo de vergonha. A cada dia que passa mais mulheres e homens assumem seus cabelos como eles vieram ao mundo, ou seja, sem chapinha. Com a causa da diversidade ganhando mais adeptos, o mundo fashion e de celebridades começa a refletir essa popularidade.

abeyonceA cantora Beyoncé, que agora deixa seus cabelos ao natural,  ou Lupita Nyong’o, ganhadora do Oscar de atriz coadjuvante em 2014 com seu cabelo crespo e boca e nariz largos, são exemplos do orgulho da raça.

Matéria:

“Inspiradas em Lupita, jovens negras falam de preconceito e da valorização da própria beleza”

http://ela.oglobo.globo.com/beleza/cultura-em-beleza/inspiradas-em-lupita-jovens-negras-falam-de-preconceito-da-valorizacao-da-propria-beleza-12453031#ixzz31PMn6elr

A admiração pela estética afro, mais especificamente pela cultura hip hop, levou uma comunidade de japoneses a adotar o B-Style, ou seja, o Black Style, que consiste em fazer bronzeamento artificial, usar lentes de contato de cores mais claras que seus olhos (geralmente, em tom de mel) para aumentá-los, roupas e sobreposições que imitam perfeitamente o estilo dessa comunidade e até os cabelos afros.

abstyleMatéria:

“Black Life: conheça o B-Style”

http://www.semsalto.com.br/black-life-conheca-o-b-style/

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s